Porto Alegre/RS cbimbi@terra.com.br

Agende sua consulta

A urticária não é bem uma doença, mas uma reação irregular ( desregulação ) do sistema imune do organismo a algum fator que não está sendo bem aceito no organismo. Surgem como lesões elevadas na pele que causam muita coceira e que costumam ser fugazes, isto é, surgem, desaparecem em horas, mudam de lugar na pele.

Várias são as causas, desde causas simples a causas complexas, o que torna a urticária um dos maiores desafios em termos de diagnóstico em medicina. É comum. Afeta uma em cada 5 pessoas, em algum momento de suas vidas. Assim, a descoberta da causa é que é a cura. Localizada as causas – ou a causa –  cabe ao paciente tratar de eliminar. Se voltar a usar ou se expor, a reação volta. A dificuldade é que existe centenas de causas possíveis. Por isso, a cura depende do 50% do médico e 50% do paciente, das informações e observações. É importante ao paciente seguir as instruções.

Como aparece?

A urticária apresenta-se com reações cutâneas elevadas com muita coceira, conhecidas como pápulas (também conhecidas como urticária), que podem ser redondas ou em forma de anel e podem se unir. Eles vêm e vão em poucas horas. Eles podem aparecer em qualquer parte da pele. Os vergões individuais geralmente desaparecem por conta própria dentro de 24 horas sem deixar vestígios, mas a condição dura mais tempo.

Como saber a causa?

As avaliações para descobrir a causa dependerão de na consulta clinica saber todos remédios que o paciente está tomando, se piora com algum, os alimentos de rotina, os alimentos em viagem ou festas, uso de drogas recreacionais, tabagismo, doenças da tireoide, sintomas de fadiga, dores articulares,  e muitos outros elementos. Exames laboratoriais de Imunoglobulinas, testes de inflamação, anticorpos antivírus e bactérias são direcionados conforme o caso. Existe medicações novas e eficientes, porem a avaliação de causas da urticaria é essencial. A urticária pode vir sozinha ou acompanhada de inchume  de áreas do corpo como face, lábios, pálpebras, língua e garganta. Esses inchumes podem, eventualmente ser graves e colocar sua vida em risco.

Autocuidado (o que posso fazer?)

Não tome aspirina, ibuprofeno (e outros anti-inflamatórios não esteroides) ou opiáceos, como codeína, a menos que seja essencial, pois esses medicamentos podem agravar a urticária. Doces e salgados com amendoim. Ovos, nozes, frutas cítricas, borracha (látex) e contato com saliva de gatos.

Evitar alimentos específicos, corantes e conservantes pode ser útil.

Evite qualquer coisa que possa piorar a urticária, como calor, roupas apertadas e álcool. Os gatilhos variam entre os indivíduos.

Procure aconselhamento médico urgentemente se tiver problemas de respiração ou deglutição.

Que é angioedema?

O angioedema geralmente afeta áreas moles da pele, como pálpebras, lábios ou dentro da boca, mas pode ocorrer em qualquer lugar. Esses inchaços geralmente demoram mais para desaparecer e tendem a ser dolorosos em vez de coçar. A urticária pode apresentar-se apenas com pápulas, angioedema ou ambos juntos.

Se o angioedema ocorrer sem vergões, pode ser uma doença hereditária chamada angioedema hereditário. Este é um problema diferente da urticária. Pode ser diagnosticado com exames de sangue e precisa de tratamento diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Fale comigo pelo WhatsApp!
Powered by