Porto Alegre/RS cbimbi@terra.com.br

Agende sua consulta

Vírus herpes simplex

A Organização Mundial da Saúde estimou que 67% da população global está infectada com o vírus herpes simplex tipo 1 (HSV-1), que causa herpes simplex labial. É altamente contagioso e transmitido principalmente por contato oral/oral .
Herpes labial é uma infecção muitas vezes assintomática, que fica adormecida no nervo trigêmeo.
Sintomas?
Os sintomas comuns incluem formigamento prodrômico ou sensação de queimação ao redor da boca e erupção de vesículas dolorosas e autolimitadas (“herpes labial”) progredindo para crostas inestéticas
Porque volta sempre?
A recorrência do HSV-1 pode ser desencadeada por exposição ao sol muito intensa, estresse, alterações pré-menstruais e procedimentos cirúrgicos; sua natureza altamente visível pode levar a constrangimento e sofrimento psicológico.
Tratamentos?
Medicamentos antivirais são o tratamento padrão, mas têm efeitos adversos, como erupção cutânea, dor de cabeça e desconforto gastrointestinal .
E existe vacina?
Vacina eficiente ainda não existe. Mas há esperanças para o futuro proximo. Por muitas décadas, tentativas de vacinas contra herpes resultaram infrutíferas. Agora porém, o rápido desenvolvimento de vacinas de mRNA modificadas, seguras e eficazes contra COVID-19 revolucionou o campo das vacinas. Diferentemente das vacinas convencionais que levam meses para se desenvolver e são produzidas por meio do crescimento de formas inativadas ou atenuadas do vírus, as vacinas de mRNA (RNA mensageiro) são fabricadas de forma sintética rapidamente, usando apenas o código genético do patógeno.
É como inserir um pendrive no sistema imune para que imprima a mensagem de anticorpos que se deseja.
Muito mais simples, agora.
Há grande laboratorio com pesquisas avançadas de vacina anti-herpes.
Novidades?
Estaremos informando novidades sobre a pesquisa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Fale comigo pelo WhatsApp!
Powered by